3.23.2009

gran torino




C. Assisti a sessão da meia-noite, no Unibanco Artplex. E sempre acabo por agradecer por não ter assistido antes nenhum trailer do filme. Porque o ritmo se revela, a trama não está anunciada. (Adoro trailers, fazem parte da magia e da imersão no escuro. Silêncio absoluto tanto quanto, licença para os últimos sons de papel de bala ou garrafas se abrindo que cabem na tolerância.) Clint Eastwood tão velhinho, mas com uma presença tão enorme que não cabe na tela. Ri e chorei, personagem apaixonante. Adorei os grunhidos de raiva, prestem atenção. Quando eu crescer, vou espantar todos os fantasmas dos dias com uma cara brava como aquela. Imperdível, atenção para a música dos letreiros finais. Vou descobrir mais sobre ela.

5 comentários:

Renato Cruz disse...

Eu vi domingo. O Clint Eastwood é um dos compositores da última música, e ainda canta. Incrível esse filme não ter sido premiado. Duvido que qualquer ganhador do Oscar seja melhor que ele.

Militino disse...

Nossa Gabi, fazia tempo que não via o Clint Eastwood, a voz está bem rouca não. Como um trailer, é um bom trailer faz o imaginário trabalhar bastante. Espero que o filme em seja igualmente bom.

Pema Lodrön disse...

Incrível mas assisti na tela do PC. Adorei. Ele se supera cada vez mais. Também quero a cara feia para afugentar os miasmas diários. Só acho que preciso começar a treinar agora porque já estou ficando velha: 58 em julho - e se der rugas, estou me lixando para elas. O tiros com os dedos também são ótimos: Pâh! Grrrhah! Get off my lawn!

Leonardo disse...

Acho que sempre que escutar essa última musica, ou ver um gran torino 72 vou me emocionar... Talvez nao chore... nao gosto muito... mas com certeza vou me emocionar! Filme incrivel, Eastwood he incrivel!

ckaren2004 disse...

Gabi, assisti ao filme ontem (e também não tinha visto o trailer). Achei muito bom, consistente, também ri e chorei - um pouco mais do que eu faria normalmente (minha irmã diz que é normal eu estar mais sensível agora). bj

Postar um comentário